Do you speak english? Qual o seu nível de inglês?


Você sabe falar inglês? Ou só dá uma tapeada aqui e lá?

Vivemos em um mundo globalizado. No Brasil, especificamente, é muito comum ver culturas estrangeiras – principalmente norte americano – tendo destaque no país. Produtos e expressões são popularizados, de tal forma que é muito difícil que as pessoas não saibam, pelo menos, uma palavra ou outra em inglês. É claro que daí para conseguir manter uma conversa, mesmo que informal, com um estrangeiro é outra história.

Existem na internet diversos testes para avaliar qual o seu nível de inglês. Eles podem não ter validade científica, mas servem para dar uma noção do que você sabe e ainda precisa aprimorar. Você pode se surpreender com o resultado – para o bem ou para o mal.

Saber inglês não inclui apenas o que você vê em filmes ou ouve em músicas gringas. Ao descobrir o seu nível de inglês, muitas pessoas podem ficar desmotivadas e acreditar que é muito difícil conseguir mais conhecimento na língua. Sim, aprender inglês exige estudo e dedicação, mas não é impossível!

Ao decidir fazer um curso de inglês – ou, na realidade, qualquer curso de idiomas -, você estará abrindo as portas para um mundo novo, lotado de oportunidades e diversões que antes pareciam não existir. Empregos, voluntariados, viagens, conhecer pessoas novas; tudo faz parte das vantagens de conseguir se comunicar em outra língua. Então, mesmo que você se encontre no nível básico, há sempre motivos para se aprimorar.

E no caso de quem já está mais avançado? Talvez até consiga entender toda a letra de uma música sem espiar na internet ou até mesmo ver um filme sem legenda. Nesse caso, parabéns! Você provavelmente consegue ter uma conversa informal e se viraria bem ao visitar outro país. Mas e se surgisse uma oportunidade de emprego lá fora? E você tivesse que fazer um currículo, empregar expressões técnicas e se apresentar para executivos que esperam um plano de ação para a empresa? Sim, isso pode acontecer. A linguagem formal é bem diferente da que costumamos ver espalhada no Brasil.

Ou seja, mesmo para quem tem um nível avançado de inglês, há espaço para melhorar. O importante é lembrar que há mais do que o verbo to be e o último hit pop do momento, certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *